Segunda, 16 de Maio de 2022
31°

Nuvens esparsas

Teresina - PI

Polícia Crime

Golpistas se passam por médico do HUT para pedir dinheiro a famílias de pacientes

O HUT disse que não faz cobrança de consulta, exame, cirurgia, internação ou medicamento.

11/05/2022 às 08h00
Por: Redação Fonte: Portal O Dia
Compartilhe:
Foto: Arquivo O Dia
Foto: Arquivo O Dia

Uma nova modalidade de golpe está sendo aplicada em Teresina. Desta vez, golpistas estão se passando por médicos do Hospital de Urgência de Teresina (HUT) para pedir dinheiro para familiares de pacientes da unidade de saúde. 

direção do HUT recebeu várias denuncias nos últimos dias de que ligações foram feitas por um homem que se identificou como Marcelo, que seria médico, e cobrou valores para a realização de cirurgias de pacientes internados na UTI do hospital. 

diretor-geral do HUT, Fábio Marcos, explicou que o hospital não realiza cobranças pelos serviços de saúde. “O serviço do SUS tem como princípio básico a universalidade de acesso aos serviços de saúde em todos os níveis de assistência. É uma instituição pública que não cobra qualquer valor, todo serviço prestado no hospital é gratuito”, afirmou.

Já a coordenadora da UTI geral adulto, Sílvia Alcântara, disse que o HUT realiza contato com familiares através de ligações, mas não pede valores financeiros para os procedimentos por consulta, exame, cirurgia, internação ou medicamento.

“Infelizmente os golpistas utilizam o telefone, ligam ou mandam mensagem usando nome de profissionais do HUT pra solicitar dinheiro das pessoas tentando se aproveitar do momento de fragilidade dos parentes de pacientes para ter sucesso no golpe”, afirmou.

O HUT pede que as famílias vítimas do golpe realizem denúncias para a Polícia Civil e na Ouvidoria do hospital ou pelo telefone: (86) 99562-6683 ou pelo e-mail: [email protected]

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias