Quarta, 19 de Janeiro de 2022
25°

Alguma nebulosidade

Teresina - PI

Geral Acidente

Jovens ficam "presos" em cachoeira de Pedro II após ataque de abelhas

O grupo teve que ficar mergulhado para impedir mais picadas das abelhas

11/01/2022 às 08h12
Por: Redação Fonte: Portal Clube News
Compartilhe:
Morro do Gritador em Pedro II (Foto: Margareth Leite/arquivo pessoal)
Morro do Gritador em Pedro II (Foto: Margareth Leite/arquivo pessoal)

Um grupo com cinco jovens ficou “preso” em uma cachoeira em Pedro II após serem atacados por abelhas neste último sábado (08). Eles eram de Piripiri e Pedro II.

Willian, um dos jovens de Piripiri contou que estavam tomando banho de cachoeira e decidiram ir para uma parte mais funda. Ele acredita que uma mochila que foi deixada em cima de umas pedras, distante onde eles estavam, desencadeou o ataque.

“O nosso colega de Pedro II que conhece o lugar, levou a gente para uma cachoeira melhor de tomar banho, mais funda. Ele colocou a mochila nas pedras e pulou. Quando me aproximei deixando as minhas coisas, tirei a camisa, e nesse momento eu ouvi os zumbidos das abelhas. Cada um correu para um canto e notei que o rapaz que estava na água não tinha nenhuma abelha nele, aí eu pulei”, relatou.

O jovem disse que mesmo dentro da água continuava sendo picado e aí ele teve a ideia de com a camisa, fazer um abrigo. “Deixei todo meu corpo submerso me protegi com a camisa fazendo tipo uma bolha, onde eu conseguia respirar um pouco”

William conseguiu sair da cachoeira e fugir dos ataques e tentou procurar ajuda e disse que os amigos correram para outro lugar. Mas acabaram voltando para água e ficando submersos até o resgate

De acordo com informações do sargento Antoni, do 2ª Companhia do 12º Batalhão da Polícia Militar, o grupo estava fazendo uma trilha na serra quando sofreu o ataque de abelhas.

Os jovens chegaram no local, por volta das 15h e foram resgatados por populares apenas a noite. Eles ficaram embaixo da água para evitar mais picadas. Um fazendeiro da região fez fumaça e conseguiu espantar as abelhas.

“A gente estava subindo para a serra quando comunicaram que eles haviam sido resgatados. Todos ficaram muito feridos de ferroada de abelhas”, falou o sargento.

Ao serem resgatados, todos foram encaminhados ao Hospital Josefina Getirana Netta, em Pedro II, um deles era alérgico a picada. Apesar do susto, três garotos foram medicados e liberados, os outros dois não precisaram tomar medicação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias